Frases Motivacionais + Templates Gratuitos para Download

frases motivacionais

Frases Motivacionais

Oi tudo bem? 

Existem dias que tudo o que a gente mais precisa, é de uma palavra de motivação.

Afinal, não são todos os dias que acordamos super dispostos a começar o dia, não é mesmo? 

E uma palavra, uma frase de motivação, tem o poder de mudar o dia de uma pessoa. 

 Acreditando nisso, eu resolvi disponibilizar para vocês uma série de frases motivacionais com templates que vocês podem baixar gratuitamente para usar e abusar! 

Dica: Compartilhe com um amigo(a) esse artigo, afinal, às vezes tudo o que a gente precisa é de uma boa dose de motivação! 

Espero que gostem!

 

 

FRASES MOTIVACIONAIS + TEMPLATES GRATUITOS PARA DOWNLOAD

 

 

 

LEIA TAMBÉM:

Top 35 Melhores Frases de Mãe e Maternidade Real – Frases para se inspirar e compartilhar.

frases de mãe

 

Marco de Desenvolvimento – Como saber se o bebê está desenvolvendo bem?

BEBE SORRINDO

 

 

 

 

 

 

 

 

 

frases motivacionais

 

“No meio da dificuldade, encontra-se a oportunidade.”

 

 

 

frases motivacionais

 

“A melhor forma de se preparar para o futuro, é dando o que você tem de melhor agora.”

 

 

frases motivacionais

 

“Se livre do que não te deixa ser livre.”

 

 

 

frases motivacionais

‘Você é o que você faz. E não o que diz que irá fazer.”

 

 

 

frases motivacionais

 

“O que consome a sua mente, controla a sua vida.”

 

 

 

frases de motivação

 

“Cansar também faz parte. Não espere acordar forte todos os dias”.

 

 

 

frases motivacionais

 

“Ter luz não é sobre brilhar. É SOBRE ILUMINAR.”

 

 

 

FRASES MOTIVACIONAIS

 

“Você pode ser tudo o que você quiser. Seja”

 

 

 

frases motivacionais

 

“Nem sempre você estará motivada. Então aprenda a ser disciplinada.”

 

 

 

frases motivacionais

 

“O seu único limite é a sua própria mente.”

 

 

 

frases motivacionais

 

“Se os seus sonhos não te dão medo, eles são pequenos demais.”

 

 

 

frases motivacionais

 

“Se tem medo, então vai com medo mesmo.”

 

 

 

frases motivacionais

 

“Quando você se cansar, aprenda a descansar. E não a desistir.”

 

 

 

frases motivacionais

 

“Sonhe grande. Comece pequeno.”

 

 

 

frases motivacionais

 

“Comece onde você está. Use o que você tem. Faça o que você puder.”

 

 

 

frases motivacionais

 

“Valorize as pequenas vitórias.”

 

 

LEIA TAMBÉM: Top 35 Melhores Frases de Mãe e Maternidade Real – Frases para se inspirar e compartilhar.

 

frases motivacionais

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Gostou da nossa seleção de frases motivacionais?

DEIXE AQUI O SEU COMENTÁRIO.

 

LEIA TAMBÉM:

Top 35 Melhores Frases de Mãe e Maternidade Real – Frases para se inspirar e compartilhar.

frases de mãe

 

Marco de Desenvolvimento – Como saber se o bebê está desenvolvendo bem?

BEBE SORRINDO

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O lugar que os filhos ocupam no ambiente familiar e nos lares em que vivem – Psicólogo Luiz Henrique Miranda

educação infantil - psicólogo

 Hoje, através desse texto, venho conversar com pais, mamães e responsáveis sobre um questionamento muito importante: que é refletir sobre o lugar que os filhos e filhas ocupam no ambiente familiar e nos lares que vivem.

Sabemos que a família, que pode ser composta em diversos formatos, ou os responsáveis e cuidadores de uma forma geral, se tornam a principal referência para as crianças e também os adolescentes.

O bebê ao nascer é dependente dos cuidados de outras pessoas.

Nascem fragilizados, a depender da amamentação/alimentação, da atenção ao choro, ao sono, dos cuidados de higiene e das demais demandas que perpassam o olhar e o acolhimento dos adultos.

Um acolhimento atravessado pelo amparo e afeto.

É preciso também acolher a criança em um ambiente que lhe proporcione segurança e bem estar e observar que será este ambiente aquele que irá contribuir para o seu desenvolvimento (cognitivo, afetivo, psicomotor e social). 

Os cuidados com o crescimento, saúde, aprendizado do bebê ou da criança se dá além do ambiente que está inserido, se dá também através das relações com seus pares.  Com os envolvidos por sua chegada, sua permanência, sua vinda passageira, digo isso por lembrar dos abrigos.

Com os adolescentes também as relações serão construídas pelas identificações com seus grupos e através de suas referências e familiares.

 

Leia também:

Histórias de Vida: A importância de Como elas são construídas e transmitidas para as próximas gerações.

 

maternidade 2020

Maternidade 2020: Uma Reflexão para Mães e Gestantes com o Psicólogo Luiz Henrique Miranda

 

CUIDAR: UM ATO DE AMOR

Sabemos que muitas famílias e lares possuem situações sócioeconômicas diversas, casas e moradias variadas, culturas e idiomas diferentes, rompimentos e vínculos que se dão de forma passageira ou não…

Mas o estreito relacionamento que esses bebês, crianças e adolescentes precisam ter com as pessoas que estão envolvidas com seus cuidados e que satisfaçam suas necessidades básicas, lhe deem amor e segurança se torna necessário para o seu desenvolvimento. 

Desenvolver é poder também se envolver com o outro.

 

 

AS MUDANÇAS OCASIONADAS PELA PANDEMIA

Observar as relações de afetos e do envolvimento da criança no ambiente que vive, é algo que hoje em dia, tem sido tomado com grande atenção devido as mudanças que todos sofremos diante da pandemia.

Muitos lares se modificaram, muitas crianças e adolescentes passaram a ficar mais tempo em casa, devido a interrupção das aulas e das atividades externas. Antes alguns circulavam com maior frequência, iam ao shopping, clubes, parques de diversão e variados passeios.

Muitos deixaram de ir para creches, escolinhas e outros lares, como a casa de seus primos, de seus avós e amigos.

Como que essas mudanças tem afetado eles?

É muito importante os pais, mamães ou responsáveis escutarem o que as crianças dizem a esse respeito, como elas tem lidado com toda essa mudança. Alguns já relatam que estão com saudades, que querem sair para brincar, visitar os familiares e conhecidos. Querem voltar a rotina do dia a dia. Alguns se manifestam, outros nem tanto…

O que fazer?

 

 

COMO LIDAR COM AS EMOÇOES DOS FILHOS?

É muito importante, observar quais as emoções os filhos estão sentindo durante esse momento, e falar sobre elas. Nossas emoções são diversas, e podem se dar de forma constante, repentina e muitas vezes confusas.

Para que os pequenos possam compreender seus sentimentos, e emoções, é necessário primeiramente saber como nomeá-los e principalmente reconhecer que podem ser experenciados e expressados, sejam estas a raiva, o medo, a alegria, e tantos outras.

Por isso, é importante a mediação e atenção dos adultos. Os adultos são as principais referências que podem reconhecem a priori essas manifestações e  alterações.

 

 

ATENTE-SE AO QUE O SEU FILHO MANIFESTA

Olhe para seu filho, se atente para as mudanças que ele apresenta ou não, mesmo que ele não fale ainda, se está mais quieto, mais agitado, mais calado ou mais inibido, mesmo que seja tão pequeno observe suas brincadeiras, seu choro, seu sono, sua alimentação, seu humor.

E se verificar alguma alteração que possa ser preocupante procure ajuda. Busque por um profissional que possa orienta-los a respeito.

Procure passar um tempo com seu filho, para dialogar, observar e verificar se algo diferente está acontecendo.

 

 

A IMPORTÂNCIA QUE TODOS NÓS TEMOS

Para que a criança se desenvolva e aprenda tudo que a sua potencialidade permite é indispensável um ambiente que a estimule adequadamente. 

Famílias são diversas, tem conflitos, tem afetos. Tem famílias que se formam por relações formais, por casamentos, por união estável, união homoafetivas e parcerias diversas.

Mas o que importa mesmo, é o laço que todos fazem para se organizar em torno de um objetivo comum, do amor, dos filhos ou dos interesses entre os parceiros. Ou ainda, sem parceiros, aqui os que vivem apenas com seus filhos como as mamães e papais solo.

 

 

ECA- ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE

O Estatuto da Criança e do Adolescente, que foi sancionado em 13 de julho de 1990, é o principal instrumento no Brasil que trata sobre os direitos da criança e do adolescente.  Esse documento serve para nos orientar quanto aos direitos e deveres das famílias e responsáveis. Nesse ano de 2020 o ECA completou 30 anos, você sabia?

Cabe salientar aqui brevemente o que trata seu Art. 2º que considera como criança a pessoa até doze anos de idade incompletos, e adolescente aquela pessoa entre doze e dezoito anos de idade.

Esse documento também reconhece a existência de três definições de família: a natural, a extensa e a substituta. Você sabia?

Dentre os vários termos previstos dessa lei, estão presentes o direito à vida, à saúde, ao esporte, à educação, à alimentação e à convivência familiar.

Foi também com a aprovação dessa Lei que crianças e adolescentes foram reconhecidos como “sujeitos de direitos” e novos rumos foram tomados para garantir a proteção de todos.

 

 

E QUE LUGAR ELES OCUPAM EM SEUS LARES?

Em nossa sociedade, e nos dias atuais, também consideramos que a “chegada” de um filho ou filha, também pode se dar de diversas maneiras, seja através de uma gravidez planejada, inesperada, por inseminação artificial e ou reprodução assistida e também adoção.

O lugar que cada um vai ocupar dentro do ambiente familiar irá depender da organização e estrutura de cada família. Alguns decidem por ter um só filho, outros mais, alguns vêm com um planejamento prévio, outros após um período de espera. Às vezes, de momentos delicados e difíceis, seja devido a complicações da gestação, do puerpério, do parto e do pós nascimento. 

Estão todos preparados para a chegada de um filho? Nem sempre, não é?

Quantos papais e mamães de primeira viagem aprendem a partir desses primeiros cuidados…

É importante saber que o acolhimento perpassa o apoio desses pais e cuidadores e também pelo vinculo, integração e comunicação que as famílias têm com seus filhos e filhas.

Mas, afinal, qual é o lugar que temos possibilitado a esses pequenos nos dias de hoje, vamos pensar como está o relacionamento e vínculos de todos nas famílias e nos lares?

Como eles estão lidando com tudo ao seu redor? E como temos observado seu desenvolvimento? 

Como estão as relações interpessoais, afetivas e emocionais envolvidas nesse processo?

Até o próximo texto.

 

E se você gostou desse artigo, ou tem alguma dúvida, deixe nos comentários abaixo!

 

psicólogo infantil

 

 

Luiz Henrique Miranda

Psicólogo Clínico

Pós Graduado em Saúde Mental

CRP 04/46378

 

Leia também:

Histórias de Vida: A importância de Como elas são construídas e transmitidas para as próximas gerações.

 

maternidade 2020

Maternidade 2020: Uma Reflexão para Mães e Gestantes com o Psicólogo Luiz Henrique Miranda

 

bebê e maternidade

6 Dicas de como se sentir mais produtiva durante os primeiros meses de vida do bebê

 

 

 

Canva para Negócios: Como Trabalhar Home Office e ganhar Dinheiro usando o Canva?

Como eu comecei a trabalhar Home Office e com o que?

Existe um Mercado que está constantemente em ascensão, e que nos últimos meses devido à Quarentena deu um Boom, e esse Mercado se chama Marketing Digital.

E eu só descobri esse “Mundo”, graças ao meu Marido que já trabalha com Marketing Digital a mais de dez anos.

Ele foi o responsável por me dá o ponta pé inicial que eu precisava para criar coragem e ter o meu tão sonhado Blog.

Existem inúmeras possibilidade de trabalhar com o Marketing, e um dos pontos mais importantes para quem quer trabalhar online é  focar em conteúdo de boa qualidade.

E quando falamos sobre conteúdo, uma das coisas que mais chamam a atenção do cliente é o visual, o Design.

O conteúdo Visual vai desde a logo da sua Empresa até a cor da letra que você usa em suas postagens no Feed. É a personalidade da sua Empresa e como você quer ser visto. O seu Feed é a sua Vitrine Virtual e por isso deve estar bem organizado. Por isso ter uma Identidade Visual bem definida é muito importante.

 

canva para negócios

E se você está começando no Marketing Digital, calma. Você não precisa ser a expert da computação e design para criar as suas artes.

Eu quando comecei no Mundo Digital, não sabia editar nem as minhas fotos direito, e ficava frustada porque via outros perfis super profissionais.

Mas graças ao Canva para Negócios fui me familiarizando com as ferramentas e além de editar todas as minhas artes eu comecei a trabalhar como freelancer para outras amigas criando as artes delas também.

 

Leia também:

trabalhar em casa
Mãe Empreendedora – 10 Idéias para você montar um Negócio e Trabalhar em Casa.

frases motivacionais

Frases Motivacionais + Templates Gratuitos para Download

Alguns Exemplos de Artes que você poderá oferecer trabalhando com o Canva:

-Cartão Virtual ( veja esse post até o final e aprenda a criar seu cartão virtual)

-Banners,

-Logo,

-E-Books,

-edição de vídeos,

 

E da mesma forma que eu comecei, você também pode!

Existem vários Apps hoje em dia que te ajudam a criar, inclusive com modelos prontos, para que você não tenha tanta dor de cabeça com isso.

A quantidade de ferramentas no Mercado hoje em dia é tão grande, é tão abundante, que é quase impossível você não conseguir um bom resultado com as suas artes se aplicar as técnicas corretas.

Os aplicativos que eu mais uso são Adobe Spark Post e Canva.

E os dois possuem modelos gratuitos e pagos.

 

ATENÇÃO:

É importante ressaltar que só focar no visual das suas postagens e não gerar valor não é bacana. Você precisa fazer a combinação dos dois.

E como fazer isso?

Solucionando um Problema que as Pessoas têm em comum.

Para saber isso, você precisa saber o seu Nicho, e quais são as dores que essas pessoas têm.

 

Eu estou disponibilizando um E-Book totalmente gratuito para você que quer iniciar no Marketing Digital como afiliado e lá eu falo sobre os Nichos mais rentáveis do momento.

Para Baixar seu E-Book CLIQUE AQUI.

 

E se você quer ter sucesso com as suas Redes Sociais, e obter engajamento com seus seguidores e amigos, a melhor forma de se fazer isso é gerando conteúdo de valor, conteúdo que além de ter um design maravilhoso vai ajudar a solucionar um pequeno problema da sua persona.

Na minha opinião não existe gatilho mental mais poderoso do que o da reciprocidade: quanto mais valor você entregar mais você irá receber.

Então comece a produzir conteúdo de valor nas suas Redes Sociais e você verá a mágica acontecendo.

 

E se o seu foco for o Instagram, aqui estão 3 dicas importantes para aumentar o seu engajamento, que são:

-Mantenha o seu perfil no instagram PÚBLICO

-Coloque títulos nas suas fotos que chamem a atenção do seu público e faça perguntas no final do seu texto. A estratégia de fazer perguntas melhora o engajamento com o seu público.

-Faça uma boa descrição na sua Bio para que as pessoas queiram te seguir. A Bio é a primeira coisa que as pessoas olham e se essa não estiver alinhada com seu Perfil a chance das pessoas nem notarem o seu Feed é muito maior.

 

Então invista no conteúdo que você irá entregar para as pessoas. E caso você esteja iniciando nesse Mercado e já conhece as ferramentas, mas não sabe como criar as suas artes, eu indico o Canva para Negócios.

O Canva para Negócios é um Curso que ensina o Passo a Passo de como mexer na ferramenta. E se você não conhece ou não usa, corre porque os recursos dessa ferramenta só aumentam a cada dia!

O Canva para Negócios é tão completo que além de você aprender a criar artes incríveis para a sua Empresa, você poderá trabalhar com design para outras Empresas e ter uma renda extra sem sair de casa!

Se você é Mãe assim como eu, sabe o valor que tem poder acompanhar o desenvolvimento dos seus filhos de perto e ganhar dinheiro trabalhando em casa ao mesmo tempo.

Se você chegou até aqui eu quero te dar um BÔNUS.

Clique aqui para ter acesso à 5 Videoaulas Gratuitas de como criar um cartão de visitas clicável.

Espero que esse post tenha ajudado, e se você ficou com alguma dúvida deixa aqui nos comentários que irei ter o maior prazer em responder!

 

 

Leia também:

trabalhar em casa
Mãe Empreendedora – 10 Idéias para você montar um Negócio e Trabalhar em Casa.

frases motivacionais

Frases Motivacionais + Templates Gratuitos para Download

 

O Diálogo pode ser o Caminho – Com o Psicólogo Luiz Henrique Miranda

Gostaria de retomar sobre um tema muito falado, mas também ainda
necessário nos dias de hoje. Os cuidados com nossa saúde, mas ainda com
nossa saúde mental, antes, durante e a avistar pós pandemia!

Todos estamos vivendo tempos de mudanças, desde o início em que fomos
pegos de surpresa por esse vírus chamado de novo corona vírus (Sars-Cov-
2).
Alteramos nossas rotinas de trabalho, entretenimento, lazer e de cuidados
pessoais.

Tão recente, pensamos que voltaríamos para nossas atividades de forma
rápida, mas sabemos que isso ainda é algo a questionar, ainda mais pela
importância do isolamento e também do que temos escutado e assistido
nas mídias e canais de imprensa, como o aumento dos casos de contágios,
óbitos e consequências da própria doença.

 

AS MAMÃES SÃO SUPER HEROÍNAS?

Todos esperamos ansiosos por uma vacina eficaz contra o vírus, mas até
que isso aconteça, precisamos tomar os devidos cuidados através das
recomendações médicas.

Porém, além de falar do que está presente e vigente em nosso dia a dia,
trago aqui uma pergunta muito importante, como vocês Mamães tem sido
afetadas com tudo isso?

Como tem sido para as Mamães que estão às voltas com os cuidados com
os pequenos lidar com o afastamento de familiares, de seus empregos; e
aquelas que precisam ainda trabalhar: se afastar de seus filhos/filhas em
alguns casos?

Mas ainda, ter que pensar no isolamento e como é preciso se proteger para
também proteger os próximos. Isso te preocupa?

 

MAMÃES CONECTADAS, PORÉM PREOCUPADAS?

As Mamães que leem o blog devem também acompanhar os noticiários e as
headlines compartilhadas pela internet, buscando por informações mais
precisas e seguras.

De fato, isso nos traz alento.
Mas compreendo que também visualizar tantas informações, e ser
atravessado por mudanças (ultimamente constantes) como as regras de
isolamento e retorno, traz também inseguranças diversas.

Se pensa no retorno das creches, escolas, shoppings, clubes.
Mas também se estes estariam seguros para isso
Tem se pensado no comércio, na manutenção da economia, mas pra quem
trabalha, está sendo fácil sair e estar em contato com outras pessoas?

Sair de casa mesmo que seja para ir ao banco ou supermercado. Ufa!

Que
aflição.
Um suspiro.

 

NOSSA SAÚDE MENTAL É MUITO IMPORTANTE

No último texto, escrito no blog, disse sobre alguns tipos de demandas que
chegam até nós, profissionais da Psicologia.
Muitas delas tem se acentuado, nessa pandemia, e outras (novas) também
tem aparecido.

O que cada um sente, é muito particular, alguns conseguem lidar com
algumas situações sozinhas, outras dependem do auxílio de outras pessoas.
Quando somos afetados por situações adversas, muitas vezes, ficamos
inseguros e angustiados. E mesmo com o apoio de amigos e parentes,
necessitamos também de um apoio profissional.

É importante saber que procurar um profissional da Psicologia, também se
torna um cuidado indispensável que precisamos ter com nós mesmos.
Nossa saúde está interligada por aspectos físicos, emocionais, relacionais e
afetivos. E a psicologia se interroga sobre isso!

 

MAMÃES QUE SE CUIDEM, POIS NECESSITAMOS DE VOCÊS

Um olhar direcionado para as Mamães, é algo também primordial nesse
momento da pandemia.
Mamães multitarefas, que cuidam dos filhos, da casa, dos parceiros, de
trabalho.

Mamães: Tá tudo bem por aí?

Como é que isso tudo tem afetado vocês?

Como é também lidar com o cuidado necessário a vocês enquanto
mulheres. Vocês tem tido esse tempo?

Gostaria, ao escrever nesse blog, de ter o retorno de vocês quanto a esses
fatores que citei já em textos anteriores:
– A gravidez
– O parto
– Os cuidados com o bebê e filhos maiores
– O casamento ou separação
– Os relacionamentos
– As mamães solos

– As preocupações e dilemas
– As perdas e os lutos

 

COMO POSSO ME SENTIR BEM?

É verdade que com tantas mudanças acontecendo, a cabeça fica a mil.
Ficamos desnorteados e confusos.

Mas poder vislumbrar um futuro e ter um amparo para seguir adiante, é
primordial.

As Mamães também se preocupam, se questionam, sofrem, choram, vivem
uma mistura de sentimentos.

Hoje, se eu pedir para você nesse momento do texto, olhar para si, você se
vê tranquila?

MANHEEEEEEÊ!!! Ô MÃE!!!
Quantas vezes em momentos de apuros, queremos chamar por nossas
Mães.

Quantas vezes queremos um abraço e um colo, para nos sentir bem?

Quantas vezes choramos, quando pequenos e aquelas que estiveram ali
presentes foram essas importantes mulheres.

Mas pensemos agora, será que para além dessas imagens e boas
lembranças, estavam elas sempre seguras de si? Estavam tão bem e
“fortes”?

 

UM LUGAR DA DIFERENÇA: A MÃE E A MULHER

Como perguntei: vocês mamães, estão cuidando como de si mesmas?

E esse cuidado que por ora é dedicado aos filhos, vou insistir é também
dedicado a vocês?

Vocês tem tempo para um descanso?

Tem aproveitado as companhias diversas (longe dos filhos), os momentos
de casais, com amigos e das confidências tão necessárias para as relações?

São perguntas que gostaria que mesmo que esse nosso diálogo não seja
presencial, pudesse trazer uma reflexão para que vocês avaliem como está
o cuidado e olhar para si.
O que você Mamãe queria antes da pandemia?

O que pôde fazer e
continuar adiante?

E o que foi deixado de lado?

Tudo isso traz ou acarreta algum tipo de sofrimento? De dor? De angústia?

Às vezes, é preciso falar que não está sendo fácil. E temos possibilidade de
reconhecer nossos limites, ou até mesmo, nossos avanços.

Vamos conversar mais sobre isso Mamães? Fico aguardando o retorno de
vocês.

Gosto, ao escrever o texto, de pensar que posso ajudar mesmo a distância
alguma de vocês, pois isso faz parte do meu trabalho. E não vejo melhor
forma do que pelo diálogo e também pelas perguntas.
Como eu bem disse, cada uma pode falar melhor de si e daquilo que lhe é
muito particular. E pode tentar ao ler texto, refletir.

Espero que essa leitura também possa ser leve, diante de tantas outras
informações. Diante de tantos outros dilemas do cotidiano.

Por isso hoje, o propósito é ter nossa conversa de modo descontraído, mas
através um diálogo produtivo.

Comprometido pelo que requer bem esse cuidado, e responsável já que
cuidar de si tem que ser levado a sério!

Fala sério Mãe! Você tem cuidado bem de si? Tem se atentado a suas
necessidades e prioridades?
Podemos compartilhar mais sobre isso? Nos encontramos por aqui…

 

psicólogo infantil

Luiz Henrique Miranda
Psicólogo Clínico
Pós Graduado em Saúde Mental
CRP 04/46378

 

[email protected]

Instagram 

Dez Passos para uma Alimentação Saudável de Crianças Menores de 2 anos

Oi Mamãe tudo bem? 

O artigo de hoje é sobre Introdução Alimentar e Alimentação Saudável para crianças menores de 2 anos de idade. Iremos te dar as melhores dicas, com o passo à passo do que fazer e o que não fazer nos primeiros anos de vida do bebê. 

 

alimentação sudável para bebês

 

Este artigo contêm link de afiliados.

 

 

 

O seu bebê está crescendo e está chegando a fase da Introdução Alimentar, e com ela várias dúvidas surgem. Quais alimentos você poderá dar, como guardar a comida e manusear devidamente os alimentos e muitas outras perguntas, não é mesmo? Por isso separamos 10 Passos que irão te ajudar muito nessa nova fase.

 

10 Passos Para uma Alimentação Saudável para Crianças menores de 2 anos de Idade:

PASSO 1 – Dar somente leite materno até os 6 meses, sem oferecer água, chás ou qualquer outro alimento.

 

PASSO 2 – Após os 6 meses, introduzir, de forma lenta e gradual, outros alimentos, mantendo o leite materno, se possível, até os 2 anos de idade ou mais.

 

PASSO 3 – Ao completar 6 meses, dar alimentos complementares (cereais, tubérculos, carnes, leguminosas, frutas e legumes) três vezes ao dia, se a criança estiver em aleitamento materno.

 

PASSO 4 – A alimentação complementar deve ser oferecida de acordo com os horários de refeição da família, em intervalos regulares e de forma a respeitar o apetite da criança.

 

PASSO 5 – A alimentação complementar deve ser espessa desde o início e oferecida de colher; iniciar com consistência pastosa (papas/purês) e, gradativamente, aumentar a consistência até chegar à alimentação da família.

 

PASSO 6 – Oferecer à criança diferentes alimentos ao dia. Uma alimentação variada é uma alimentação colorida.

 

PASSO 7 – Estimular o consumo diário de frutas,verduras e legumes nas refeições. 

 

PASSO 8 – Evitar açúcar, café, enlatados, frituras, refrigerantes, balas, salgadinhos e

outras guloseimas nos primeiros anos de vida. Usar sal com moderação.

 

PASSO 9 – Cuidar da higiene no preparo e manuseio dos alimentos; garantir o seu armazenamento e conservação adequados.

 

PASSO 10 – Estimular a criança doente e convalescente a se alimentar, oferecendo sua alimentação habitual e seus alimentos preferidos, respeitando a sua aceitação.

 

 

Adquira o seu E-Book: 51 Receitas de Papinhas com 30% de desconto aqui 

 

Outras Indicações:

– Lavar as Mãos antes de preparar as refeições e alimentar a criança.

– Não ofereça restos da refeição anterior

– Ofereça água nos intervalos da refeição. Não ofereça suco ou outros alimentos.

– De preferência as papinhas orgânicas

– Não dê papinhas industrializadas ao seu filho.

 

Você gostaria de economizar tempo e tornar as refeições do seu pequeno muito mais agradáveis e gostosas e ainda conseguindo fazer tudo sem medo de errar?

 

51 Receitas de Papinhas foi desenvolvido para Mamães, assim como nós, com o intuito de economizar tempo e dinheiro e oferecer uma alimentação saudável rica em nutrientes para o Bebê. 

Afinal, não é todo dia que estamos com criatividade para cozinhar, não é mesmo? 

 

A 51 Receitas de Papinhas é um E-Book para Mamães, só de receitas de papinhas orgânicas deliciosas! Adquira o hábito de fazer papinhas naturais e fique livre do risco de contaminantes e metais pesados em fórmulas infantis industrializadas.

 

 

Veja a opinião de quem entende:

 

 

Citado pela Revista de Analytic Scientist entre os 100 melhores pesquisadores analíticos do Mundo.

Luigi Mondello, 

Químico e Professor diz: “ A Papinha Industrializada é um Veneno para o Neném.”

O vazamento de óleo típico do processo industrial na fabricação das papinhas cria um grau de contaminação, que nos primeiros meses de vida, é muito perigoso, considerando o peso e a altura do bebê.

Que tipo de perigo a Papinha Industrializada pode Causar?

  • Pode ter efeito cancerígeno
  • Provocas outras doenças Graves.

 

 

Mamãe, agora que você já sabe que a melhor alternativa é preparar papinhas caseiras e orgânicas, confira o bônus que você irá ganhar adquirindo o E-Book 51 Receitas de Papinhas você ainda leva + 4 Superbônus! 

 

 

Adquira o seu E-Book: 51 Receitas de Papinhas com 30% de desconto aqui 

 

Você irá ganhar mais 4 E-Books:

– 4 Horas de Canções de Ninar – O seu Pequeno(a), vai amar, irá dormir como anjinho e você ainda ganhará tempo para seus afazeres!

– 100 Receitas LOW CARB – De arrasar, você sempre linda, saudável e cuidando do seu Bebê. Após a Gestação e Resguardo!

– Ebook “No Reino das Letras Felizes” – Para você começar a despertar seu bebê a gostar de leitura!

 

 

 

Gostou desse post? 

Salve este pin para ler mais tarde! 

 

receita de papinhas
51 receitas de papinhas

 

 

 

Adquira o seu E-Book: 51 Receitas de Papinhas com 30% de desconto aqui 

 

 

fonte: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/caderneta_saude_crianca_menino.pdf

 

 

 

Como aliviar as dores dos dentinhos do bebê? Médicos e Mães dão dicas!

 O seu bebê anda extremamente irritado? Tenta colocar tudo na boca? Está tendo dificuldade para dormir? Então pode ser o dentinho nascendo!

Confira aqui as melhores dicas e truques de Médicos e Mães para aliviar as dores dos dentinhos do seu bebê!

 


 

Primeiros dentes do bebê

 

*Esse post contém links de afiliados.

 

 

 

Como aliviar as dores dos Dentinhos do Bebê?

 

 

“O primeiro dentinho do Elijah nasceu quando ele tinha 7 meses e foi uma grande surpresa. Eu só descobri quando ele mordeu meu dedo, hahaha. Ele não mostrou nenhum sintoma drástico, e olha que eu estou sempre atenta. Mas todo processo antes disso foi muito importante.

Quando ele começou a usar os mordedores, eu coloquei em prática duas dicas de uma amiga que é especialista em óleos essenciais.  Comecei a usar óleo essencial de copaíba diluído para massagear a gengiva dele e de lavanda à noite massageando na sola dos pés e atrás das orelhas dele antes de dormir(também diluído e só comecei usando quando ele completou 6 meses). Essa rotina foi essencial para que todo processo ocorresse tranquilo.

Até hoje faço isso e a única fase que foi mais complicada foi agora com os últimos dois dentinhos, ele ficava muito nervoso, mas graças a Deus não interferiu no sono por conta dessa rotina.”

Luna Perez @lunaperezlifestyle 

Mãe do Elijah

 

 

 

 

“É super normal as mamães ficarem preocupadas com o nascimento dos dentinhos de seus bebes. Essa é uma fase difícil para a maioria das famílias, pois quase sempre vem acompanhada de irritabilidade e muito choro. Isso acontece porque de fato esse é um processo um pouco doloroso. Basta a gente lembrar como foi doloroso o nascimento dos nossos famosos dentes sisos, pois é, não foi nada agradável e não é para o bebe um processo tão agradável assim o nascimento dos dentes, mas calma, isso vai passar e nem sempre a irritabilidade e o choro acontecem no nascimento de todos os dentes.

Muitas mamães associam o nascimento dos dentinhos com febre, diarreia e outros sintomas virais.

Os dentinhos começam a nascer por volta dos 6 ou 7 meses. Essa é a mesma época em que eles começam a pegar objetos com as mãos e colocar na boca e isso pode elevar o risco de contrair infecções e causar febre, sintomas gripais e diarreia.

Além disso o nascimento dos dentes provoca uma abertura na mucosa oral facilitando ainda mais que o bebe acabe pegando doenças por essa porta de entrada.

Em relação a analgesia, as famosas pomadinhas para aliviar o nascimento dos dentes, precisamos tomar muito cuidado, pois seu uso hoje não é mais indicado pelo risco de engasgos e outros efeitos colaterais. Gosto sempre de indicar os mordedores de silicone que vem com água dentro. Oriento as mães a colocarem na geladeira e oferecerem para os pequenos morderem quando estiver geladinho.

A salivação é outra preocupação das mamães, mas quase sempre ela é benigna e faz parte tanto do processo de nascimento dos dentes quanto da mastigação. O mais importante é que essa fase vai passar e você, mamãe vai vencer como tem feito até agora.”

 

Dra. Luana Duett – @pediatraresponde

Pediatra pela Santa Casa de Misericórdia de Araguari                            Preceptora da residência de pediatria da Santa Casa de Misericórdia de Araguari           

 

RQE 47519 / CRM-MG 74440        

 

 

Veja também:

– 12 Produtos que não podem faltar no Enxoval de Bebê

– 23 Motivos para Procurar um Psicólogo – Com o Psicólogo Luiz Henrique Miranda

-Marco de Desenvolvimento – Como saber se o bebê está desenvolvendo bem?

 

 

 “Minha filha está com 7 meses e ainda não tem os dentinhos de baixo e o meu filho Yonathan começou a dentição dele com 8 meses, e os dois tiveram dentição tardia.

O meu filho mais velho durante a dentição sempre apresentou reações como: febrinha, às vezes diarreia, muita irritabilidade, muita coceira, as noites sempre foram mal dormidas e não está sendo diferente com a minha segunda filha. Eu estou passando pelo mesmo quadro de reações e estou tentando aplicar com ela o que eu aplicava com meu filho.

Aqui ficam algumas dicas e anotem porque são super úteis ( acredito que muitas Mães já sabem, mas quem é Mamãe de primeira viagem é sempre bom estar a par) :

Eu sempre coloco algumas chupetinhas com água dentro do freezer, porque isso cria uma superfície de gelinho então quando o neném entra na crise, você tira a chupeta do freezer uns minutinhos antes para não ficar muito gelada e dá para o neném morder, e caso você tenha mordedor com gel dentro, melhor ainda!

Você faz o mesmo procedimento, coloca o mordedor no freezer e quando você notar que o neném já esta ficando mais incomodado, colocando a mão na boca, dê o mordedor para ele, sempre lembrando de retirar um ou dois minutinhos antes do freezer para não ficar muito gelado e não ter um contraste muito grande com a temperatura da boca do neném.

Outra dica que eu recomendo é ter uma pomadinha gel que você encontra em qualquer farmácia do Brasil chamada nenêdente e isso dá uma aliviada também, porque deixa a gengiva do neném um pouco dormente, então aquela coceira que ele está sentindo(que ele fica desesperado e colocando a mãozinha na boca) geralmente costuma dar uma aliviada com nenêdente.

Mas infelizmente não tem muito o que fazer em relação à dentição dos bebês, é uma fase chata, e alguns apresentam mais reaçoes e outros menos, mas como todo desafio da maternidade temos que lidar e achar caminhos novos sempre, porque maternidade é isso, a gente tem que se reinventar a todo momento, porque não importa se você é mãe de primeira viagem ou se você tem mais filhos, cada experiencia é nova e cada bebê é único.”

 

Rachel Lebowitz

Mãe do Yonathan e da Lia

 

 

 

 

O primeiro dentinho do meu bebê Jett, nasceu quando ele tinha 4 meses. E desde então não pararam mais de vir dentinhos! Ele está com 7 meses e meio e está com quatro dentinhos no total. É uma fase que tem que ter muita paciência pois a maioria dos bebês ficam mais irritados e manhosos.

E com o baby Jett não está sendo diferente. Ele fica irritado, colocando tudo na boca e  querendo colinho e mamá o dia inteiro (e haja braço para dar colinho né Mamães?)

Existem vários modelos de mordedores no Mercado, e aqui em casa temos dois: Um mordedor de gel super fofinho e colorido e um mordedor de silicone em formato de chupeta um pouco mais simples que possui bolinhas que servem para “coçar” a gengiva do bebê.

Veja os produtos aqui:

mordedor em gel centopéia 

mordedor de silicone

 

A outra dica que funciona muito bem aqui em casa, são as torradinhas de arroz. O Jett sempre acalma com essas torradinhas, e se você não quiser dar uma torradinha industrializada, a minha dica é fazer a sua própria torradinha. Uma receita prática e bacana:Torradinha de batata doce com Camomila. Veja abaixo como fazer.

 

Deborah – @mamaeblogueirinha.brasil

(Mamãe do Jett)

 

 

 

Torradinha de Batata Doce com Camomila para Bebês 

O que você vai precisar:

1 batata doce

1 xícara de aveia em grãos

óleo de côco

1 sachê de chá de Camomila

 

Modo de fazer:

-Em uma panela cozinhe a batata doce e coloque uma bolsinha de chá de camomila.

-Após cozida, retire a bolsinha de chá e amasse a batata.

-Coloque em um potinho aveia em grãos, a batata doce amassadinha, e um pouquinho de óleo de côco.

-Misture bem até criar uma papa.

-Faça formato de cookies e leve ao forno! E voilá!

 

 

 

 

Pronto! Se você fizer, me conta depois aqui nos comentários se o seu baby gostou da receita!

Gostaram das dicas? Quer compartilhar uma dica diferente que tenha funcionado para o seu bebê? Então não se esqueça de comentar! 

 

 

 

Tudo o que não te contam sobre o Pós-Parto da Cesárea

POS PARTO CESÁREA

 Afinal, como é de fato o pós-parto da Cesárea? 

Neste artigo, eu irei contar todos os detalhes de como foi o meu pós operatório. Além disso, eu separei algumas dicas que podem ajudar muito a enfrentar esse momento de uma maneira mais leve e saudável.

 

Pós-Parto

O pós-parto é sempre uma fase delicada para nós Mamães, e exige muitos cuidados.

Sendo o suporte da família nesse momento, fundamental para uma boa recuperação da puérpera.

E quando se trata de um Parto Cesárea, o pós-parto pode ser mais delicado ainda, e irá exigir mais não só da Mãe, como do(a) acompanhante também.

Acredito que cada mulher tenha um processo de cicatrização e recuperação diferente, afinal são corpos, hábitos alimentares, estilo de vida, e saúde distintos, e por isso fica muito difícil compararmos umas às outras.

 

Minha experiência com o Parto Cesária

No meu caso, eu gostaria muito de ter tido um parto normal, e nem cogitava a possibilidade de ter um parto cesárea.

Por inúmeros motivos, mas principalmente por influência da minha Mãe Dulce, que teve dois filhos de parto normal, e apesar de “ter o quadril estreito” como ouço muitas pessoas dizendo ser um empecilho, teve dois partos vaginais sem muito problema.

E por esse motivo, além de ser Bailarina Profissional e ter estudado todas as posições possíveis(e impossíveis) para um parto natural e humanizado, acreditei que comigo não seria diferente e não me preparei para um plano B, um parto cesárea, e fui pega de surpresa.

O post de hoje é um Relato em forma de vídeo, de como foi o meu pós-parto, após 20 horas tentando um parto normal e tendo que recorrer à um parto cesárea.

 

A minha dica:

Estudem todas as possibilidades de parto, tenham um plano A,B,C e se possível D, pois a gestação é marcada por muitas surpresas e o parto é só o começo de uma jornada que será para a vida inteira, e não somos nós quem escolhemos o jeito que os nossos bebês querem vir aqui para a Terra e sim Deus.

Vejo muitas histórias de Mães que já tinham marcado a data da Cesariana e o bebê resolveu vir antes de parto normal. Assim como pode acontecer o inverso, que foi o meu caso.

 

Pós-Parto Cesárea

 

No vídeo de hoje, temos uma convidada mais que especial, que é a minha Mãe Dulce (ela acompanhou todo o processo de pertinho) e juntas nós explicamos como foi o meu pós-parto, damos dicas para as Mamães, além de contar todos os desafios enfrentados durante essa fase. Espero que esse vídeo possa clarear a mente de vocês e ajudar de alguma forma. Não perca e compartilhe com outras Mamães! Assista!

E não esqueça de se inscrever no nosso Canal, (você estará nos ajudando muito!) e ativar o sininho de notificações para ficar por dentro dos próximos vídeos!

 

CLIQUE NO PLAY E VEJA> RECUPERAÇÃO DO PÓS-PARTO CESÁREA – TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER!

 

Gostou do post? Deixa um comentário eu vou adorar te responder.

Beijos,

Deborah

Os 7 Melhores Livros Infantis para Crianças entre 3 e 5 Anos de Idade

livros infantis

Fizemos uma lista dos 10 livros infantis mais populares do momento para vocês!

 

Existem diversas pesquisas que mostram os benefícios de ouvir histórias para o desenvolvimento infantil, e além disso a leitura é uma ótima maneira de se conectar com o seu filho !

 

Por que ler para crianças é importante?

 

  • seu filho aprenderá desde cedo a valorizar a leitura.
  • O livro estimula a imaginação e a criatividade da criança
  • ajuda no desenvolvimento e comunicação do bebê
  • Melhora a concentração e raciocínio
  • Reconhecimento de palavras e expansão do vocabulário

 

 

Leia:10 Livros Infantis Mais Vendidos para as Idades de 0 a 2 anos

 



 

 

1.Uma lagarta muito comilona (Português) Livro cartonado

 

 

 

Uma lagarta muito comilona conta a divertida história de um lagarta gulosa que come de tudo. Come até as páginas do livro! Em uma história cheia de cores e muito divertida, Eric Carle nos mostra a semana da lagarta. Por meio de repetições, este livro ajuda a criança a memorizar os dias da semana e os números de 1 a 10.

 

 

 

2.A parte que falta (Português) Capa dura 

 

 

 

 

 

Neste clássico da literatura infantil relançado pela Companhia das Letrinhas, acompanhamos a busca por completude e refletimos sobre relacionamentos com a poesia singela de Shel Silverstein. O protagonista desta história é um ser circular que visivelmente não está completo: falta-lhe uma parte. E ele acredita que existe pelo mundo uma forma que vai completá-lo perfeitamente e que, quando estiver completo, vai se sentir feliz de vez. Então ele parte animado em uma jornada em busca de sua parte que falta. Mas, ao explorar o mundo, talvez perceba que a verdadeira felicidade não está no outro, mas dentro de nós mesmos. Neste livro, leitores de todas as idades vão se deparar com questionamentos sobre o que é o amor e quanto dependemos de um relacionamento ou parceira para nos sentirmos plenamente felizes. “Eu quero dar esse livro para todas as pessoas que eu conheço.” ― Jout Jout

 

3.O que tem Dentro da sua Fralda? (Português) Capa dura

 

 

 

Ratinho é muito curioso. Ele gosta de descobrir como tudo é por dentro. Nada escapa de Ratinho, nem mesmo as fraldas de seus amigos. Coelho, Cabrita, Cachorrinho, Bezerro, Potrinho e Porquinho, todos mostram suas fraldas. Então, claro, eles também querem ver a fralda de Ratinho. Uma grande surpresa os espera.

 

 

4.Cartilha Caminho Suave: Alfabetização pela imagem (Português) Capa comum

 

 

Em sua surpreendente 133ª edição, a Cartilha Caminho Suave continua a apresentar o consagrado método de alfabetização brilhantemente desenvolvido por Branca Alves de Lima, amplamente adotado por professores das redes pública e privada.Este grande sucesso conduz a alfabetização de maneira simples e inteligente! É ideal para facilitar o caminho de crianças, jovens e adultos pelo mundo das letras – tanto como método principal quanto como material de apoio a outros métodos. Ricamente ilustrado, este material garante o êxito da alfabetização pela imagem, método já testado e aprovado por mais de 40 milhões de brasileiros!

 

 

5.Amoras (Português) Capa comum 

 

 

Na música “Amoras”, Emicida canta: “Que a doçura das frutinhas sabor acalanto/ Fez a criança sozinha alcançar a conclusão/ Papai que bom, porque eu sou pretinha também”. E é a partir desse rap que um dos artistas brasileiros mais influentes da atualidade cria seu primeiro livro infantil e mostra, através de seu texto e das ilustrações de Aldo Fabrini, a importância de nos reconhecermos no mundo e nos orgulharmos de quem somos — desde criança e para sempre.

“Um livro que rega as crianças com o olhar cristalino de quem sonha plantar primaveras para colher o fruto doce da humanidade.” Sérgio Vaz

 

6.Fisher-Price – Como é bom ter amigos (Português) Livro cartonado 

 

 

A amizade é um dos sentimentos mais bonitos que podemos sentir por alguém. Com o amigo, você aprende a compartilhar e a viver as mais divertidas aventuras. Descubra a importância desse lindo sentimento com os animais da selva!

 

7.100 páginas para colorir – Disney – Meninas (Português) Capa comum 

 

 

Divirta-se por horas a fio com este livro de colorir! Pinte todos os desenhos com as cores que você mais gosta: pode ser com canetinha, lápis de cor, titãs, lápis de cera e o que mais sua imaginação permitir! São mais de 100 páginas com os personagens mais famosos da Disney para você colorir!

 

Leia:10 Livros Infantis Mais Vendidos para as Idades de 0 a 2 anos