#Resenha Carrinho de Bebê Mobi – Safety First

#Resenha Carrinho de Bebê Mobi – Safety First

Oooi Mamães! Tudo bem?

Comprar um carrinho de bebê não é uma tarefa fácil, ainda mais quando se têm um milhões de modelos e cores diferentes de carrinho no mercado.

Então depois de receber algumas mensagens de Mamães e Gestantes me perguntando se eu gostava do Carrinho, resolvi fazer esse post contando um pouquinho para vocês, de como está sendo a minha experiência com o Carrinho de Bebê Mobi da Safety First.

 

 

Quando eu comecei a procurar por Carrinhos tinha em mente algumas coisas que eu queria:

– um modelo moderno

– um Carrinho que tivesse 3 rodas

– um Carrinho que tivesse Moisés

– um carrinho que já viesse com a cadeirinha de bebê para colocar no carro.

-um carrinho com um preço justo, nem tão caro nem tão barato.

 

 

Comecei a pesquisar vários modelos e os que mais me chamaram atenção foram alguns modelos da Quinny, Galzerano e o da Safety First.

Depois de pesquisar muito na Internet, eu fiquei apaixonada pelo carrinho Mobi e os da Quinny.

Os Modelos da Quinny são muito lindos, super modernos e charmosos e parece Carrinho de Bebê de Filme, sabe? Mas ele infelizmente não estava dentro do valor que eu queria pagar.

Confira aqui os modelos da Quinny.

A Galzerano já é uma marca muito conhecida no Mercado e eles possuem Carrinhos de Bebê muito bons também, e com um preço justo.

Confira aqui modelos da Galzeranno.

Até que decidi comprar pelo site o Mobi da Safety First pelo valor, design e por ter Moisés e Cadeirinha junto.

Confira aqui Carrinho de Bebê Mobi da Safety First.

 

 

Resenha – Carrinho De Bebê Mobi Safety First

 

O carrinho tem estrutura de alumínio, o que facilita muito na hora de passear com o bebê, pois dá a sensação de leveza.

O assento é reversível e se transforma em moisés o que para mim, foi essencial durante os primeiros meses do Jett, já que ele dormia no Carrinho.

A única coisa que eu e meu Marido fizemos foi fazer um colchãozinho com os moldes do moisés para que ficasse mais acolchoado e confortável para o nosso bebê na hora de dormir.

As 3 Rodas facilitam muito a vida! O Carrinho fica super leve para ser manuseado, e o fato de ser de aço também ajuda muito na hora de empurrar, pois não dá aquela sensação de “trambolho”. Eu amo os meus passeios com o Jett e saio tranquila de Casa com o Carrinho.

Outra coisa bacana sobre o carrinho é que ele possui um compartimento estilo “sacola de compras” que fica embaixo e dá para colocar muita coisa lá dentro! Eu amo! Mamães me entendem né?

Para fechar e abrir é super fácil, e se caso seu carro seja pequeno (igual o meu) a única dificuldade que eu tive com esse Carrinho é que ele não cabe no porta-malas do carro, então é necessário apertar um botão e tirar uma das rodas do Carrinho na hora de colocar.

Eu acho o Carrinho Mobi da Safety First fácil de usar, de ajustar e acho lindo o modelo, realmente foi um investimento que eu não me arrependo! É muito comum sair para passear com o meu baby na rua e encontrar Mamães com o mesmo Carrinho, e é engraçado porque damos um sorriso uma para outra como se fossêmos “irmãs de carrinho”.

Seguem as especificações do Carrinho de Bebê Mobi Safety First

Carrinho:

    • Estrutura de alumínio
    • Assento reversível e removível
    • Reclino total tipo berço
    • Encosto reclinável em até 3 posições
    • Manopla ergonômica ajustável em altura
    • Capota retrátil e removível
    • Barra frontal removível
    • Cinto de segurança de 5 pontos com ajuste de altura
    • Aprovado pelo INMETRO

 

Bebê conforto:

    • Laterais SafeSide®
    • Inclui base para veículo
    • Acessórios acolchoados e reposicionáveis
    • Leve e fácil de transportar
    • Cinto de segurança de 3 pontos com ajuste de altura
    • Aprovado pelo INMETRO

 

 

 

 

Nome do carrinho

Carrinho Mobi Safety1st

NORMA ABNT NBR 14389

ABNT NBR 14389

Peso recomendado

0 a 15kg

Fechamento

Envelope

Reclinável

Sim, independente em múltiplas posições

Prolongador de berço

Não

Apoio para os pés

Sim

Assento/Alça reversível

Assento reversível

Capota

Retrátil e removível

Manopla

Inteiriça com ajuste de altura

Barra frontal

Sim

Bandeja

Não

Cinto de segurança

5 pontos com ajuste de altura

Cesto

5kg

Rodas

3 rodas

Freios

Centralizado

Trava de direcionamento

Sim

Amortecedores

Não

Material/Composição

Alumínio, Poliéster, Poliuretano e Polipropileno

Peso do Produto

10,4kg

Dimensões do Produto (cm)

100 x 62 x 99,5

Nome do bebê conforto

Bebê Conforto Mobi Safety1st

Norma ABNT NBR 14400

ABNT NBR 14400

Grupos

0+

Peso recomendado

0 a 13kg

Instalação

De costas para o movimento

Redutor de assento

Não

Apoio de cabeça

Sim

Cinto de segurança

3 pontos com ajuste de altura

Material/Composição

Poliéster e Poliuretano

Acompanha base

Sim

Peso do Produto

6,5kg

Dimensões do Produto (cm)

57 x 46 x 68

Códigos

CAX90224

 

Espero que essa resenha possa ajudar vocês na escolha! 

Encontre aqui : Carrinho de Bebê Mobi – Safety First

Ficou com alguma dúvida? Você também tem esse Carrinho?

Deixa aqui nos Comentários!

Beijos,

Deborah 

Como aliviar as dores dos dentinhos do bebê? Médicos e Mães dão dicas!

 O seu bebê anda extremamente irritado? Tenta colocar tudo na boca? Está tendo dificuldade para dormir? Então pode ser o dentinho nascendo!

Confira aqui as melhores dicas e truques de Médicos e Mães para aliviar as dores dos dentinhos do seu bebê!

 


 

Primeiros dentes do bebê

 

*Esse post contém links de afiliados.

 

 

 

Como aliviar as dores dos Dentinhos do Bebê?

 

 

“O primeiro dentinho do Elijah nasceu quando ele tinha 7 meses e foi uma grande surpresa. Eu só descobri quando ele mordeu meu dedo, hahaha. Ele não mostrou nenhum sintoma drástico, e olha que eu estou sempre atenta. Mas todo processo antes disso foi muito importante.

Quando ele começou a usar os mordedores, eu coloquei em prática duas dicas de uma amiga que é especialista em óleos essenciais.  Comecei a usar óleo essencial de copaíba diluído para massagear a gengiva dele e de lavanda à noite massageando na sola dos pés e atrás das orelhas dele antes de dormir(também diluído e só comecei usando quando ele completou 6 meses). Essa rotina foi essencial para que todo processo ocorresse tranquilo.

Até hoje faço isso e a única fase que foi mais complicada foi agora com os últimos dois dentinhos, ele ficava muito nervoso, mas graças a Deus não interferiu no sono por conta dessa rotina.”

Luna Perez @lunaperezlifestyle 

Mãe do Elijah

 

 

 

 

“É super normal as mamães ficarem preocupadas com o nascimento dos dentinhos de seus bebes. Essa é uma fase difícil para a maioria das famílias, pois quase sempre vem acompanhada de irritabilidade e muito choro. Isso acontece porque de fato esse é um processo um pouco doloroso. Basta a gente lembrar como foi doloroso o nascimento dos nossos famosos dentes sisos, pois é, não foi nada agradável e não é para o bebe um processo tão agradável assim o nascimento dos dentes, mas calma, isso vai passar e nem sempre a irritabilidade e o choro acontecem no nascimento de todos os dentes.

Muitas mamães associam o nascimento dos dentinhos com febre, diarreia e outros sintomas virais.

Os dentinhos começam a nascer por volta dos 6 ou 7 meses. Essa é a mesma época em que eles começam a pegar objetos com as mãos e colocar na boca e isso pode elevar o risco de contrair infecções e causar febre, sintomas gripais e diarreia.

Além disso o nascimento dos dentes provoca uma abertura na mucosa oral facilitando ainda mais que o bebe acabe pegando doenças por essa porta de entrada.

Em relação a analgesia, as famosas pomadinhas para aliviar o nascimento dos dentes, precisamos tomar muito cuidado, pois seu uso hoje não é mais indicado pelo risco de engasgos e outros efeitos colaterais. Gosto sempre de indicar os mordedores de silicone que vem com água dentro. Oriento as mães a colocarem na geladeira e oferecerem para os pequenos morderem quando estiver geladinho.

A salivação é outra preocupação das mamães, mas quase sempre ela é benigna e faz parte tanto do processo de nascimento dos dentes quanto da mastigação. O mais importante é que essa fase vai passar e você, mamãe vai vencer como tem feito até agora.”

 

Dra. Luana Duett – @pediatraresponde

Pediatra pela Santa Casa de Misericórdia de Araguari                            Preceptora da residência de pediatria da Santa Casa de Misericórdia de Araguari           

 

RQE 47519 / CRM-MG 74440        

 

 

Veja também:

– 12 Produtos que não podem faltar no Enxoval de Bebê

– 23 Motivos para Procurar um Psicólogo – Com o Psicólogo Luiz Henrique Miranda

-Marco de Desenvolvimento – Como saber se o bebê está desenvolvendo bem?

 

 

 “Minha filha está com 7 meses e ainda não tem os dentinhos de baixo e o meu filho Yonathan começou a dentição dele com 8 meses, e os dois tiveram dentição tardia.

O meu filho mais velho durante a dentição sempre apresentou reações como: febrinha, às vezes diarreia, muita irritabilidade, muita coceira, as noites sempre foram mal dormidas e não está sendo diferente com a minha segunda filha. Eu estou passando pelo mesmo quadro de reações e estou tentando aplicar com ela o que eu aplicava com meu filho.

Aqui ficam algumas dicas e anotem porque são super úteis ( acredito que muitas Mães já sabem, mas quem é Mamãe de primeira viagem é sempre bom estar a par) :

Eu sempre coloco algumas chupetinhas com água dentro do freezer, porque isso cria uma superfície de gelinho então quando o neném entra na crise, você tira a chupeta do freezer uns minutinhos antes para não ficar muito gelada e dá para o neném morder, e caso você tenha mordedor com gel dentro, melhor ainda!

Você faz o mesmo procedimento, coloca o mordedor no freezer e quando você notar que o neném já esta ficando mais incomodado, colocando a mão na boca, dê o mordedor para ele, sempre lembrando de retirar um ou dois minutinhos antes do freezer para não ficar muito gelado e não ter um contraste muito grande com a temperatura da boca do neném.

Outra dica que eu recomendo é ter uma pomadinha gel que você encontra em qualquer farmácia do Brasil chamada nenêdente e isso dá uma aliviada também, porque deixa a gengiva do neném um pouco dormente, então aquela coceira que ele está sentindo(que ele fica desesperado e colocando a mãozinha na boca) geralmente costuma dar uma aliviada com nenêdente.

Mas infelizmente não tem muito o que fazer em relação à dentição dos bebês, é uma fase chata, e alguns apresentam mais reaçoes e outros menos, mas como todo desafio da maternidade temos que lidar e achar caminhos novos sempre, porque maternidade é isso, a gente tem que se reinventar a todo momento, porque não importa se você é mãe de primeira viagem ou se você tem mais filhos, cada experiencia é nova e cada bebê é único.”

 

Rachel Lebowitz

Mãe do Yonathan e da Lia

 

 

 

 

O primeiro dentinho do meu bebê Jett, nasceu quando ele tinha 4 meses. E desde então não pararam mais de vir dentinhos! Ele está com 7 meses e meio e está com quatro dentinhos no total. É uma fase que tem que ter muita paciência pois a maioria dos bebês ficam mais irritados e manhosos.

E com o baby Jett não está sendo diferente. Ele fica irritado, colocando tudo na boca e  querendo colinho e mamá o dia inteiro (e haja braço para dar colinho né Mamães?)

Existem vários modelos de mordedores no Mercado, e aqui em casa temos dois: Um mordedor de gel super fofinho e colorido e um mordedor de silicone em formato de chupeta um pouco mais simples que possui bolinhas que servem para “coçar” a gengiva do bebê.

Veja os produtos aqui:

mordedor em gel centopéia 

mordedor de silicone

 

A outra dica que funciona muito bem aqui em casa, são as torradinhas de arroz. O Jett sempre acalma com essas torradinhas, e se você não quiser dar uma torradinha industrializada, a minha dica é fazer a sua própria torradinha. Uma receita prática e bacana:Torradinha de batata doce com Camomila. Veja abaixo como fazer.

 

Deborah – @mamaeblogueirinha.brasil

(Mamãe do Jett)

 

 

 

Torradinha de Batata Doce com Camomila para Bebês 

O que você vai precisar:

1 batata doce

1 xícara de aveia em grãos

óleo de côco

1 sachê de chá de Camomila

 

Modo de fazer:

-Em uma panela cozinhe a batata doce e coloque uma bolsinha de chá de camomila.

-Após cozida, retire a bolsinha de chá e amasse a batata.

-Coloque em um potinho aveia em grãos, a batata doce amassadinha, e um pouquinho de óleo de côco.

-Misture bem até criar uma papa.

-Faça formato de cookies e leve ao forno! E voilá!

 

 

 

 

Pronto! Se você fizer, me conta depois aqui nos comentários se o seu baby gostou da receita!

Gostaram das dicas? Quer compartilhar uma dica diferente que tenha funcionado para o seu bebê? Então não se esqueça de comentar! 

 

 

 

Tudo o que não te contam sobre o Pós-Parto da Cesárea

POS PARTO CESÁREA

 Afinal, como é de fato o pós-parto da Cesárea? 

Neste artigo, eu irei contar todos os detalhes de como foi o meu pós operatório. Além disso, eu separei algumas dicas que podem ajudar muito a enfrentar esse momento de uma maneira mais leve e saudável.

 

Pós-Parto

O pós-parto é sempre uma fase delicada para nós Mamães, e exige muitos cuidados.

Sendo o suporte da família nesse momento, fundamental para uma boa recuperação da puérpera.

E quando se trata de um Parto Cesárea, o pós-parto pode ser mais delicado ainda, e irá exigir mais não só da Mãe, como do(a) acompanhante também.

Acredito que cada mulher tenha um processo de cicatrização e recuperação diferente, afinal são corpos, hábitos alimentares, estilo de vida, e saúde distintos, e por isso fica muito difícil compararmos umas às outras.

 

Minha experiência com o Parto Cesária

No meu caso, eu gostaria muito de ter tido um parto normal, e nem cogitava a possibilidade de ter um parto cesárea.

Por inúmeros motivos, mas principalmente por influência da minha Mãe Dulce, que teve dois filhos de parto normal, e apesar de “ter o quadril estreito” como ouço muitas pessoas dizendo ser um empecilho, teve dois partos vaginais sem muito problema.

E por esse motivo, além de ser Bailarina Profissional e ter estudado todas as posições possíveis(e impossíveis) para um parto natural e humanizado, acreditei que comigo não seria diferente e não me preparei para um plano B, um parto cesárea, e fui pega de surpresa.

O post de hoje é um Relato em forma de vídeo, de como foi o meu pós-parto, após 20 horas tentando um parto normal e tendo que recorrer à um parto cesárea.

 

A minha dica:

Estudem todas as possibilidades de parto, tenham um plano A,B,C e se possível D, pois a gestação é marcada por muitas surpresas e o parto é só o começo de uma jornada que será para a vida inteira, e não somos nós quem escolhemos o jeito que os nossos bebês querem vir aqui para a Terra e sim Deus.

Vejo muitas histórias de Mães que já tinham marcado a data da Cesariana e o bebê resolveu vir antes de parto normal. Assim como pode acontecer o inverso, que foi o meu caso.

 

Pós-Parto Cesárea

 

No vídeo de hoje, temos uma convidada mais que especial, que é a minha Mãe Dulce (ela acompanhou todo o processo de pertinho) e juntas nós explicamos como foi o meu pós-parto, damos dicas para as Mamães, além de contar todos os desafios enfrentados durante essa fase. Espero que esse vídeo possa clarear a mente de vocês e ajudar de alguma forma. Não perca e compartilhe com outras Mamães! Assista!

E não esqueça de se inscrever no nosso Canal, (você estará nos ajudando muito!) e ativar o sininho de notificações para ficar por dentro dos próximos vídeos!

 

CLIQUE NO PLAY E VEJA> RECUPERAÇÃO DO PÓS-PARTO CESÁREA – TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER!

 

Gostou do post? Deixa um comentário eu vou adorar te responder.

Beijos,

Deborah